“Blanca”, por Carlírio Neto

carcarcarlírioSaudações, amigo visitante. É o blog da Cooperação Criativa, o NUPO, novamente preparado para lhe trazer mais um conto inédito. E desta vez não se tratará de um drama pessoal, mas sim de simples e direto slice-of-life.

Já pensou sobre como é o seu cotidiano? Já ponderou sobre o repertório de sua vida, desde o momento em que você acorda até a hora de ir dormir? Pois então, o NUPO apresenta para você um conto do dia-a-dia chamado “Blanca” que, por sinal, é o nome da protagonista da obra.

O intuito da obra nem de longe é de lhe atingir fria ou diretamente, mas sim, de mostrar de forma real como é o cotidiano da grande maioria das pessoas e, quem sabe, de elevar este modo de vida a um novo nível. Para que tenhas uma ideia melhor, mais abaixo se seguirá um resumo introdutório do conto, com as opções de download (todas no formato *pdf na sequência).

“Blanca”

por: Carlírio Neto

O Sol raiou forte. Mais uma manhã neste pequeno planeta, encravado na imensidão do espaço sideral. Seu nome é Terra. A região é o hemisfério sul, em local situado no continente americano denominado como Brasil. O local é uma cidade como outra qualquer. A personagem diferencia-se na essência de outras pessoas de igual idade.

Em todas as suas manhãs um certo ritual se faz seguir com grande propriedade. Ao acordar, tal pessoa tira seu pijama e coloca uma roupa mais casual. Se dirige ao banheiro onde ela lava o rosto, escova os dentes, arruma o cabelo e dá um retoque em suas unhas. A sujeira entra durante a noite, então dar uma lixada é preciso.

Esta pessoa prepara o seu café. Na verdade, um chá. Não aparenta ter grande pressa, por ser uma manhã de um domingo qualquer. Adora comer um pão francês e nele passar uma manteiga com sal, em pouca quantidade. Muito embora ela não seja esbelta ou atlética, esta pessoa cuida muito bem de sua saúde, não medindo esforços para tanto.

Após encerrar sua refeição matinal, ela lava a louça de pronto. Não gosta de deixar as coisas para a última hora e muito menos de pensar, mais tarde, naquilo que poderia ter feito mais cedo. Se dirige, então, à janela situada no maior cômodo de sua residência e abre a janela dela. A visão que tem é para uma grande praça, situada no centro de uma grande metrópole daquele país chamado Brasil.

Ela vive em um pequeno apartamento. Seu trabalho é de assistente de escritório em uma multinacional, o que lhe proporciona um salário que auxilia a cobrir os gastos com o aluguel e mantimentos mensais, além daquelas contas básicas e demais compras que ocorrem no dia a dia comum. Não é uma vida ordinária na essência, mas sim uma rotina que não permite a ela sorrir constantemente.

Prefere não ligar a televisão, pois é uma manhã de domingo. Desta forma, esta jovem pessoa resolve sair de casa. Mas antes, prefere pegar a vassoura e varrer a sua pequena morada. Neste meio tempo, ainda são nove horas da manhã. O dia lá fora clama para que esta personagem saia de casa e vá andar um pouco.

Após ter dado um trato em seu modesto (porém honesto) apartamento, a pessoa coloca seu par de sandálias que tanto gosta, uma camiseta mais digna para se passear, uma calça jeans ao seu melhor estilo, e sai de sua morada. Terá início uma pequena aventura de domingo para esta jovem de olhar tão pragmático e irredutível…

“Blanca”
por: Carlírio Neto
tamanho: 149KB – formato: *pdf

clique aqui para leitura online #1     /     clique aqui para fazer o download #1
clique aqui para leitura online #2     /      clique aqui para fazer o download #2

Amigo visitante, leia este conto e opine assertivamente sobre o mesmo. É mais uma obra do NUPO para a sua pronta apreciação.

Até a próxima.

NOTA – Em virtude de um problema que acometeu o Xeno Warrior, a segunda e última parte do conto “A Dor da Guerra” será postada em uma posterior oportunidade.

Anúncios

Registre aqui a sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s